Autor Tópico: Cantinho do Escudo  (Lida 1939 vezes)

jx

  • Newbie
  • *
  • Mensagens: 41
  • Karma: +1/-0
Re: Cantinho do Escudo
« Responder #15 em: Junho 12, 2017, 07:21:19 pm »
Estão contados, mas o número de portugueses e da dívida mudam... Acho que devia-se tentar dinamizar e rever objectivos. Procurar elevar o cryptoescudo a mais do que uma experiência de nicho bem sucedida. Na minha optica é necessário dinamizar o comércio com a moeda.
Quero acreditar no futuro do CECS. À procura de contribuir para crescimento do comércio com vendas/compras de baixo valor. Aceito donativos de CESC em CQmS711yfii7pzhDBJ1Zhv7zZ1xXBL93kt.

ds650_19

  • Administrator
  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 505
  • Karma: +30/-0
Re: Cantinho do Escudo
« Responder #16 em: Junho 12, 2017, 09:33:49 pm »
Estão contados, mas o número de portugueses e da dívida mudam... Acho que devia-se tentar dinamizar e rever objectivos. Procurar elevar o cryptoescudo a mais do que uma experiência de nicho bem sucedida. Na minha optica é necessário dinamizar o comércio com a moeda.

O comercio pode sim ser dinamizado, mas para isso basta que os comerciantes portugueses sigam o exemplo dos japoneses e suiços e aceitem cryptomoedas como dinheiro.
As empresas portuguesas dão formações de kaizens e 5´ses que vem dos Janoneses e bem que podiam seguir mais um exemplo que é o uso e aceitação de cryptomoedas.
As cryptomoedas estão a ser denegridas na europa por 2 razões... primeiro os bancos estão a ver que estão realmente obsoletos e que estão a funcionar numa espécie de ponzi em que como em todos os ponzis acaba alguém a perder e segundo neste caso é o contribuinte que paga a factura com a perda do poder de compra. O detentor de cryptomoedas já não é uma pessoa que precisa estar encarneirada ao Sistema e ser seu escravo. bem como a minoria que detém o poder económico atual  deixaria de poder impingir as perdas a quem quer que fosse...

A abertura as cryptomoedas esta a ser feita lentamente, porque as pessoas tem medo do desconhecido, e do dinheiro "virtual" que não é regulado pelos pseudo reguladores que deixam desaparecer 10mil milhões sem saberem como(ou a saberem bem porque amigo ajuda amigo tapando os olhos)...

Os portugueses deveriam seguir varias culturas como exemplo e em mais um caso seriam os Islandeses que meteram os corruptos fora do poleiro e na prisão.... aqui pagam a factura de 25 mil milhões e a subir  apenas do sistema bancário( ou sistema de agiotagem)...

jx

  • Newbie
  • *
  • Mensagens: 41
  • Karma: +1/-0
Re: Cantinho do Escudo
« Responder #17 em: Junho 13, 2017, 01:14:32 pm »
(...)
O comercio pode sim ser dinamizado, mas para isso basta que os comerciantes portugueses sigam o exemplo dos japoneses e suiços e aceitem cryptomoedas como dinheiro.
(...)

Corrijam-me se tiver enganado, mas em ambos os países (Japão e Suíça) tem as moedas virtuais legisladas. Portugal à semelhança de outros aparenta estar à espera de legislação europeia para depois transpor em vez de arriscar legislar já e ter de adaptar depois.
Quero acreditar no futuro do CECS. À procura de contribuir para crescimento do comércio com vendas/compras de baixo valor. Aceito donativos de CESC em CQmS711yfii7pzhDBJ1Zhv7zZ1xXBL93kt.

ds650_19

  • Administrator
  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 505
  • Karma: +30/-0
Re: Cantinho do Escudo
« Responder #18 em: Junho 13, 2017, 06:06:09 pm »
(...)
O comercio pode sim ser dinamizado, mas para isso basta que os comerciantes portugueses sigam o exemplo dos japoneses e suiços e aceitem cryptomoedas como dinheiro.
(...)

Corrijam-me se tiver enganado, mas em ambos os países (Japão e Suíça) tem as moedas virtuais legisladas. Portugal à semelhança de outros aparenta estar à espera de legislação europeia para depois transpor em vez de arriscar legislar já e ter de adaptar depois.

O que estes 2 países tem em comum é o facto de gostarem das coisas com um certo nível de transparecia. E sim fizeram por andar a tratar de tudo para que fosse aceite em qualquer sitio que as queira.
No caso da Suiça aceita nos transportes e até no pagamento de impostos.
Por cá nem se regula nem se desregula porque o politicamente correto é andar ao sabor dos "Superiores" europeus... mas isto tão cedo não existe nada legislado porque os interesses são superiores ao bem estar dos Portugueses, apenas somos soberanos para impingir impostos ao cidadão quando é para exigir direitos a EU temos de baixar a "bola" e deixar que um desses seres superiores mande ou desmande...