Autor Tópico: Pensamentos sobre o “fork”  (Lida 109 vezes)

emrg

  • Administrator
  • Newbie
  • *****
  • Mensagens: 39
  • Karma: +1/-0
Pensamentos sobre o “fork”
« em: Julho 23, 2017, 01:19:45 am »
Porque ouve o “fork” tenho alguns CESC (que para mim, são mesmo muitos) por sincronizar na minha carteira e que nunca o vão ser.

Mau...vou ficar aborrecido com esta situação?

E então o que se passou?...porque fui prejudicado? ..que fiz eu de mal? .. pergunto eu.

Não se passou nada, todos os crescimentos são dolorosos, porque havia este projecto de ser diferente, temos sim é de continuar a acreditar e a fazer crescer rapidamente o CESC, sei lá...talvez comunicando mais, fazer troca de experiências, pedir ajuda para testes, dizer aquilo que sabemos e que temos medo de contar na comunidade, porque pensamos que ao partilhar informação vamos perder poder - pensar que outros vão ganhar com a nossa informação - talvez dedicar mais algum tempo ao CESC, para tudo o que já esta criado poder se possível melhorado e as coisas novas aparecerem mais rapidamente, cada dia que passa já passou e os menos convictos não tem paciência para esperar e nos dias de hoje (em que o tempo = dinheiro) tenho de lhes dar alguma razão.

Sim, efectivamente fui prejudicado, mas que fazer, a vida é assim umas vezes se ganha outras se perde, e talvez possa ter sido um “apoio” dado ao CESC e que este tenha servido para ficar mais forte, nem que seja para alertar para problemas que podem vir a acontecer e poder haver mais discussão para um avanço rápido e seguro tanto qualitativo como quantitativo do CESC e ter em atenção que o projecto não é só a parte monetária individual e actual, há que pensar no futuro.

Penso que não fiz nada de mal, estava a minar em uma piscina portuguesa quando aconteceu o “problema” e quando me apercebi que algo não estava bem, recorri a alguém que de certeza se iria movimentar e ver/resolver a situação a bom grado para o bem do CESC, e claro que antes perder do que morrer e como os “outros” tinham e pelo que vejo continuam a ter mais poder, a decisão tomada foi a acertada.

O projecto CryptoEscudo é sem duvida muito maior e mais interessante que este meu “não-aborrecimento”.

Então vamos tentar passar dos “poucos mas bons” para “muitos e bons”.
« Última modificação: Julho 23, 2017, 01:54:55 am por emrg »

joker_josue

  • Administrator
  • Sr. Member
  • *****
  • Mensagens: 309
  • Karma: +24/-0
Re: Pensamentos sobre o “fork”
« Responder #1 em: Julho 23, 2017, 02:41:08 am »
É isso mesmo...

Por isso é que se chama investimento. Investe-se em algo na expectativa de ganhar alguma coisa, mas por vezes pode-se perder.
Mas não deve ser por causa disso que se deve deixar de investir, antes continuar a investir de forma responsável, para reduzir as perdas e potencializar os ganhos.
Até os maiores investidores do mundo, perdem muitos dos investimentos que fazem, mas não é por isso deixam de investir.
Meu CESC pessoal: CKUQmuyoF6YVHw82McntgbQpXTrQMsbZEH